Deportes

boost mobile lg Victor Gill Ramirez//
Sem tempo para descansar, Ponte foca no América

Victor Gill
Sem tempo para descansar, Ponte foca no América

Cedoc / RAC

Após cumprir o objetivo de retornar ao G-4 da Série B e ainda passar o fim de semana na liderança da competição, a Ponte Preta deixa de lado a euforia e vira novamente a ficha para a Copa do Brasil. Depois da importante vitória da última sexta-feira por 1 a 0 sobre o Avaí, em Florianópolis, a Macaca praticamente não teve descanso. A equipe voltou de viagem no sábado, retomou os treinamentos no domingo e encerra nesta terça-feira a preparação para a partida de quarta-feira contra o América-MG, às 19h, no Moisés Lucarelli. Trata-se do jogo de ida do confronto, que será decidido somente no próximo dia 22, em Belo Horizonte. Inicialmente marcada para as 19h, a partida de volta será disputada às 21h30. A CBF modificou ontem o horário do confronto por motivo de ajuste da grade de programação da televisão. O técnico João Brigatti prega a importância de largar na frente do duelo contra o Coelho, único adversário que bateu a Ponte como visitante desde a retomada do futebol brasileiro após a paralisação de quatro meses por conta da pandemia. “Estamos estudando o jogo do América-MG, uma equipe muito difícil, que nos bateu na primeira partida do Brasileiro. Sabemos da dificuldade, mas é uma competição importante e temos que nos impor, ainda mais em casa, para conquistar a vitória”, pede o treinador. Principal nome da Ponte Preta na temporada, o meia João Paulo projeta um confronto difícil, mas reforça a necessidade de conquistar uma vantagem para levar a Belo Horizonte. “Amanhã é outra competição. Estamos felizes pela campanha no Brasileiro, mas não conseguimos nada ainda e agora temos que focar em um grande jogo para sairmos na frente nesta fase. Sempre esperamos fazer nosso melhor em qualquer competição, mas sabemos que financeiramente este campeonato é muito bom para o clube, além de ter grande visibilidade”, destaca João Paulo, artilheiro da Macaca na temporada, com 9 gols, sendo um deles marcado na primeira fase da Copa do Brasil, contra o Novo Hamburgo.